Sábado, 10 de Junho de 2006

Paisagem Imaginária

Numa região do Norte,

Há 15 anos atrás

Aconteceu uma coisa inimaginável

Que nos trouxe a paz.

 

A sua beleza vai aumentando sobre rodas

Vai ficando cada vez maior

É considerada um monumento

Porque não se vê mais nada em redor.

 

É uma terra conhecida

Do Norte ao Sul, por todo o país

Formou-se a partir de uma fonte

Que se encontra muito feliz.

 

Tem um monte e um vale

Um rio com caudal

É dos “pés à cabeça”

Totalmente natural.

 

Não tem um único animal

Nem tão pouco cresce uma hera,

E só por si, afinal,

É uma autêntica fera.

 

É moderna e muito especial

Para todos que a sabem apreciar,

Tem um jeitinho original

Que se tem que cuidar.

 

Este poema não tem fim

Pois a sua presença é imortal

Sendo tão acarinhada assim,

É difícil ser-se igual!

 

Cátia Periquito

Filipa Cameirinha

publicado por ML às 19:32

| comentar
|
3 comentários:
De Filipa a 23 de Junho de 2006 às 13:09
Oh! Nem 1 comentário ao nosso texto?? OK, sou a 1.ª. Não posso dizer muito sobre ele, porque se fui eu que o fiz para mim está espectacular... Cátia, não comentas?? Que autora desnaturada...
Bom, gostava de ver pelo menos mais um comentário ao poemazinho...
Xau
De Prof. a 30 de Junho de 2006 às 14:01
Eu comento! Acho que o texto está muito criativo. Espero que façam cada vez melhor;)
De Filipa a 5 de Julho de 2006 às 15:40
Obrigada pelo comentário !
Tenho pena q a CÁTIA n comente, afinal o poema é dela e tb devia incentivar os nossos colegas ( e n ão só a comentar. Mais uma vez, obrigada e beijinhos para tdx !!

Comentar post

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Pesquisar neste blog

 

Simple Plan
How Could This Happen To Me
by Unknown

I open my eyes
I try to see but i’m blinded by the white light.
I can’t remember how
I can’t remember why
I’m lying here tonight
And i can’t stand the pain
And i can’t make it go away
No i can’t stand the pain

Chorus
How could this happen to me
I’ve made my mistakes
Got nowhere to run
The night goes on as i’m fading away
I'm sick of this life
I just want to scream
How could this happen to me

Everybody’s screaming
I try to make a sound but no one hears me
I’m slipping off the edge
I’m hanging by a thread
I want to start this over again
So i try to hold
On to a time when
Nothing mattered
And i can’t explain
What happened and i can’t erase the things that i’ve done
No i can’t

Chorus
How could this happen to me
I’ve made my mistakes
Got nowhere to run
The night goes on as i’m fading away
I’m sick of this life
I just want to scream
How could this happen to me

 

.Outras páginas escritas por nós...

.Arquivos

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.Tags

. amor

. calor

. céu

. coração

. emoção

. estrelas

. eu

. fosse

. memória

. minto

. mulher

. palavras

. pintar

. poema

. poeta

. se

. transformava

. todas as tags

.Nós alertamos:

.Já nos visitaram:

.subscrever feeds