Quarta-feira, 10 de Maio de 2006

O Meu Coração

 

 

Se o meu coração falasse,

Seria como um amigo

Por muito que suspirasse,

Andava sempre comigo…

 

 

Não tínhamos segredos

Nem nada escondíamos

Contava-lhe os meus medos

E nunca nos perdíamos.

 

E quando o meu coração falava

Escutava-o com atenção

E com ele partilhava

Toda a minha satisfação.

 

E este é o final

De um poema bem pensado

Mas o meu coração banal,

Tem de ser muito bem tratado!!

 

Filipa Cameirinha

 

 

publicado por ML às 09:32

| comentar
14 comentários:
De mesmo em várias linguas a qualidade é se a 10 de Junho de 2006 às 23:31
اذا قلبي تكلم سيكون صديقا مهما طال سوسبيراسي هو داءما مشي معي... ولا اسرار ولا شيء واختفي ولد مخاوف لها ونحن لم يفقد. ه اذا قلبي تكلم استمع اليه باهتمام وهو يشعر بارتيلهافا يرضي الجميع. ه هذا هو نهايه الفكر القصيده جيده الا ان قلبها عادي جدا ان تكون معامله حسنه!

Se il mio cuore parlasse, essere come amico non importa come molto lui suspirasse, camminato sempre con me… Non abbiamo avuti segreti né niente che ci nascondessimo ha contato i miei timori ad esso e dentro non li abbiamo persi mai. E quando il mio spoke del cuore ha ascoltato esso con attenzione e con esso il mio partilhava tutto di soddisfazione. La E questo è l'estremità di un poem buono di pensiero ma il mio cuore banale, ha molto bene di essere trattato!
De Filipa a 23 de Junho de 2006 às 09:38
Tanto trabalho a publicar o meu poema em várias linguas... bem... quem e que se deu a esse trabalho??
Obrigada
De Filipa a 5 de Julho de 2006 às 15:31
Já vi k não respondes... mesmo assim gostava de agradecer o poema dedicado a mim, e o poema em várias línguas , k dá para saber como se dizem algumas palavras e frases em (acho que é) italiano, e o outro deve ser árabe ou chinês! obrigada e continuação de boas férias!!!

Comentar post

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Pesquisar neste blog

 

Simple Plan
How Could This Happen To Me
by Unknown

I open my eyes
I try to see but i’m blinded by the white light.
I can’t remember how
I can’t remember why
I’m lying here tonight
And i can’t stand the pain
And i can’t make it go away
No i can’t stand the pain

Chorus
How could this happen to me
I’ve made my mistakes
Got nowhere to run
The night goes on as i’m fading away
I'm sick of this life
I just want to scream
How could this happen to me

Everybody’s screaming
I try to make a sound but no one hears me
I’m slipping off the edge
I’m hanging by a thread
I want to start this over again
So i try to hold
On to a time when
Nothing mattered
And i can’t explain
What happened and i can’t erase the things that i’ve done
No i can’t

Chorus
How could this happen to me
I’ve made my mistakes
Got nowhere to run
The night goes on as i’m fading away
I’m sick of this life
I just want to scream
How could this happen to me

 

.Outras páginas escritas por nós...

.Arquivos

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.Tags

. amor

. calor

. céu

. coração

. emoção

. estrelas

. eu

. fosse

. memória

. minto

. mulher

. palavras

. pintar

. poema

. poeta

. se

. transformava

. todas as tags

.subscrever feeds